Como evitar incidentes e emergências em TI

Emergência em TI

A Transformação Digital se tornou essencial para qualquer empresa que queira se manter competitiva no mercado. A adoção de novas tecnologias ajuda as empresas a prosperarem. Esse novo modelo de economia digital tem levado boa parte das corporações a mudarem completamente suas estratégias e investimentos.

A tecnologia nunca foi tão acessível e necessária no mundo corporativo como nos dias de hoje. Porém, é preciso estar ciente que implementar novas tecnologias e contar com pessoas cada vez mais conectadas trazem riscos associados, sendo necessário, cada vez mais, ter uma estratégia bem estruturada de gestão da TI, para evitar incidentes e emergências que possam comprometer a rotina do negócio.

O fácil acesso à internet, a Nuvem, os robôs e a Internet das Coisas (IOT) são exemplos de como as novas tecnologias e a inovação se tornaram parte do cotidiano corporativo, gerando também uma onda de preocupação sem precedentes para as empresas.

De acordo com o 14º Relatório Anual Sobre Segurança da Infraestrutura Global da Netscout, os ataques à Infraestrutura das empresas dobraram de 2017 para 2018 e o número de ataques a serviços SaaS triplicou. Além disso, o Brasil tem o maior índice global de ataques DDos multicamada e o segundo maior custo de hora de downtime no Mundo.

Ataques como esses podem causar grandes prejuízos financeiros e impactos ligados à credibilidade da marca.

Neste artigo, vamos falar em como esses riscos abrangem todos os tipos de negócio, principalmente as PMEs, que acreditam que estão protegidas, ou que esses incidentes apenas acontecem com as grandes empresas, e de como a sua empresa pode evitar incidentes e emergências em TI diante deste universo virtual.

Emergências em TI acontecem em todas as empresas!

As emergências e os vários tipos de incidentes ligados a TI não são um “privilégio” para empresas de grande porte. Isso é uma “lenda urbana” criada por profissionais que imaginam que problemas de TI só acontecem com as empresas de grande renome nacional ou internacional.

Cenários de incidentes podem nos mostrar problemas críticos na infraestrutura e na rotina produtiva de empresas, tanto de grande, como de pequeno e médio porte (PMEs).

Problemas no hardware, rede instável, dificuldade de acesso a sistemas internos, lentidão da internet e outros tipos de dificuldades do cotidiano corporativo prejudicam diretamente os resultados e processos produtivos de empresas de qualquer tamanho ou segmento.

O que notamos frequentemente é que as pequenas e médias empresas (PMEs) normalmente não dão a importância necessária para a gestão da infraestrutura de TI, deixando assim de prevenir potenciais problemas. Isso acontece porque as PMEs contam com poucos profissionais de TI e, muitas vezes, por falta de conhecimento, acreditam que terceirizar a gestão da infraestrutura de TI, com uma empresa especializada, pode ser caro demais (e isso é um grande engano).

Banner Transformação Digital

Dicas de como evitar que emergências de TI aconteçam

Poderíamos criar um material com várias páginas sobre como evitar que as emergências de TI aconteçam nas empresas, no entanto optamos por listar 3 dicas que seriam essenciais para qualquer negócio, considerando a infraestrutura e a segurança da informação.

1- Invista em um parceiro que gerencie a sua infraestrutura de TI

Cada vez mais as empresas tendem a utilizar a terceirização de serviços de TI para atividades operacionais e estratégicas das organizações. Essa tendência vem crescendo exatamente porque os benefícios são inúmeros e os problemas para as empresas só diminuem.

O investimento em uma empresa de serviços, que seja especializada em gestão de TI, garante que a infraestrutura da sua empresa seja sempre monitorada, garantindo assim a prevenção de situações emergenciais e aumentando a segurança.

Essa prevenção acontece através do monitoramento do ambiente de servidores rede e estações de trabalho, atualização de Sistema Operacional e Controle de Licenças, antivírus gerenciado, suporte remoto, backup em nuvem, entre outros.

Quando a sua empresa investe em um parceiro de serviços de tecnologia, a sua equipe de TI ficará focada no que gera rentabilidade no seu negócio e apoiará estrategicamente o core business, enquanto a empresa de gestão de TI terceirizada focará nas atividades de operacionais e de monitoramento.

2- Cuide dos problemas de infraestrutura de TI e evite incidentes

Os incidentes de TI são paralisações, lentidões ou interrupções não esperadas de um determinado serviço de TI que pode acontecer em qualquer empresa. Por exemplo, se em um determinado dia os colaboradores da sua empresa reclamam que os e-mails estão demorando para sincronizar, provavelmente aí é um sinal de incidente.

Para um incidente acontecer é necessário entender a raiz do problema, que normalmente está associada à infraestrutura de TI. Por isso é essencial que a gestão da infraestrutura da sua empresa seja planejada e bem monitorada por uma equipe especializada, para garantir que o seu negócio não deixe de faturar por problemas básicos. Você já se perguntou qual o real custo para a sua empresa quando há a indisponibilidade de TI?

3- Evite riscos de privacidade e crie políticas de segurança

Por falta de conhecimento e falta de informação, os colaboradores podem ser os principais alvos de ataques, quando o assunto é segurança da informação. Criar políticas de segurança para que todos da empresa apliquem é muito importante para proteger o seu negócio.

Existem também alguns ajustes específicos que as organizações precisam fazer para evitar riscos de privacidade e conformidade em relação ao uso de diferentes recursos de tecnologia.

As configurações básicas de dispositivos, por exemplo, precisam ser desativadas, pois armazenam informações confidenciais, e muitas vezes sensíveis, sobre contatos, dados corporativos, senhas, contratos, criando assim, uma porta aberta para potenciais invasores. E a maioria das empresas não sabe disso, principalmente as pequenas e médias corporações.

As configurações do histórico de localização também devem ser desativadas, pois podem apresentar informações úteis para ataques de roubo de dados por hackers que empregam estratégias de engenharia social.

Então, o que é fundamental para evitar incidentes e emergências em TI?

Como conclusão, percebemos que a segurança da informação e a infraestrutura de TI tomaram uma nova proporção e ganharam muita importância nesse novo cenário de Transformação Digital.

As pequenas, médias e grandes empresas precisam fazer mais do que tem sido feito nos últimos anos e cada vez mais devem se preparar para as diversas situações emergenciais que podem surgir com a adoção de novas tecnologias.

A participação de especialistas independentes em segurança da informação e gestão de ativos de tecnologia tem sido fundamental e a melhor opção para formular e implementar novas estratégias e evitar incidentes em TI para as empresas.

Desta forma, a prevenção ainda tem sido o melhor caminho para evitar problemas de TI, e a parceria com empresas de tecnologia, especializadas em gestão de segurança e de infraestrutura como serviço (IaaS) tem sido vital para minimizar os riscos e impactos nos negócios.

A Qualiserve possui larga experiência e atende de forma consultiva, desde 2004, diversas empresas do mercado, oferecendo as melhores opções em serviços de TI de acordo com a necessidade de cada cliente. A Qualiserve acredita que uma relação de parceria é mais produtiva e duradoura. Saiba como podemos atender a sua empresa.

 

 

No Comments

Leave a Comment