Como evitar vazamento de dados no setor financeiro

Entenda como evitar violação de dados em seu negócio.

O setor financeiro é um dos que mais investem em tecnologia e, consequentemente, deveriam investir em segurança da informação. Esse cenário é proporcionado pelas vantagens competitivas que as soluções de TI proporcionam aos trabalhadores de fintechs e bancos e, no caso da segurança, ela se faz tão necessária pois os dados bancários e de rendimentos são um dos principais alvos dos criminosos digitais. 

Os últimos anos deixaram essa situação bem esclarecida quando empresas de grandes portes foram invadidas e tiveram suas informações vazadas, evidenciando que o perigo cibernético é sempre real e imediatopor isso, merece tanta atenção e investimento, para manter o ambiente de TI protegido contra vazamento de dados dos clientes e contra ataques usando métodos de phishing e ransomware. Afinal, tais invasões podem interromper e prejudicar as suas operações e a confiabilidade do seu negócioAcompanhe o nosso artigo para utilizar todas vantagens do TI no ambiente financeiro de forma segura e responsável! 

 

Afinal, como manter a segurança dos dados? 

O vazamento de informações é um dos principais problemas que umempresa pode enfrentar atualmente. Além da dificuldade em restabelecer a confiança com os clientes, o roubo de informações, principalmente quando estão relacionadas à dados bancários, pode ocasionar prejuízos financeiros e à reputação do negócio (segundo estudos, a violação de dados custa, na média global, R$ 5,88 milhões para as empresas brasileiras). 

Se você quer saber se a sua empresa corre riscos, faça uma avaliação gratuita com a Qualiserve e confira a seguir algumas medidas preventivas para evitar a violação de dados no segmento financeiro: 

1. Monitoramento  

Por meio desse processo, é possível identificar vulnerabilidades, rastrear ameaças e bloquear com agilidade e eficácia situações que comprometam o armazenamento de informações. Também é necessário monitorar dispositivos de rede para evitar pacotes maliciosos interfiram na integridade da conexão. 

2. Política de segurança da informação 

Regras de controle de acesso devem ser aplicadas em ambientes físicos e virtuais para garantir que o vazamento de dados não ocorra. Aqui é importante definir grupos de usuários para determinados arquivos e processos de forma a restringir a visualização e alteração de informações. 

3. Ferramentas eficazes na proteção de dados

A abordagem adotada por algumas ferramentas de prevenção à perda de dados, proteção do dado em movimento e controle de acesso à informação são muito eficientes para bloquear o acesso à dados sigilosos e, consequentemente, evitar a violação de dados.

4. Processos de atualizações e backups rápidos

Para mitigar vulnerabilidades em aplicações, ter uma rotina de atualizações em programas, antivírus e backups é fundamental para proteger informações de possíveis exposições e ataques cibernéticos.  

 

Com a entrada em vigor da Lei de Proteção de Dados (LGPD)cibersegurança se torna ainda mais importante para a sua empresa estar em dia com essa legislação recente e para segurança da informação possuir valor agregado aoseus clientes. 

A Qualiserve, há 15 anos, é reconhecida e certificada para desenvolver ações e serviços em ambientes de TI, garantindo a proteção contra ameaças cibernéticas e a escalabilidade dos resultados do negócio.Com ela, você consegue adotar todos os cuidados administrativos que são capazes de proteger os dados bancários e pessoais dacessos desautorizados, perdas e distribuição indevida. Entre em contato com a Qualiserve e saiba como podemos ser o seu parceiro de segurança.

Yuri Ramos Rodrigues
Yuri Ramos Rodrigues
[email protected]
Sem comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO