Cloud Broker: entenda como ele pode ajudar a sua empresa a economizar tempo e recursos com a nuvem

É cada vez mais comum encontrar empresas que estão migrando suas aplicações para a nuvem. Prova disso é a previsão mundial do Gartner que aponta um crescimento considerável nos investimentos nesse mercado, podendo chegar aos US$ 411 bilhões até o final de 2020. No entanto, no momento de optar pela grande variedade de soluções para os negócios, nem sempre fica claro qual o melhor caminho a seguir. Foi justamente a partir dessa necessidade que surgiu a demanda do Cloud Broker.

Apesar de ser uma tendência quando se trata da adoção de Cloud Computing, ainda restam dúvidas sobre o que significa e quais os benefícios que o Cloud Broker proporciona para os negócios.

Esse é o seu caso? Então, você está no lugar certo. Acompanhe o artigo e saiba como esse recurso pode auxiliar os bons resultados!

 

O que é Cloud Broker e como ele funciona?

O Cloud Broker, termo que traduzido para o português significa “corretor de nuvem”, pode ser uma empresa ou um profissional terceirizado que presta consultoria e atuam como agentes intermediários nas negociações entre os clientes e os fornecedores de serviços, auxiliando os sistemas de informação e agregando valor aos serviços em nuvem.

Seu papel é o de orientar as organizações a terem escolhas assertivas, que se adaptem à realidade do negócio e ofereçam o melhor custo-benefício. Esses objetivos são alcançados com o auxílio de três critérios levados em conta pelos especialistas:

  • Agregação: meta de encontrar os melhores recursos de cada serviço em nuvem para que o cliente utilize somente o necessário em cada projeto, reduzindo o desperdício de recursos;
  • Corretagem personalizada: ideal para atender o cliente de acordo com as metas mais importantes, focando em estratégias que indiquem mais chances de desenvolvimento ao negócio;
  • Integração: processos de produção e armazenamento mais próximos e produtivos, tornando desnecessário que as empresas contratem um servidor e facilitando a gestão.

Em resumo, os também denominados Cloud Services Brokerage (CSB) atuam como corretores que buscam as soluções mais adequadas para os clientes, unindo custos acessíveis, amplitude, segurança e escalabilidade.

 

Por que sua empresa deve contratar um Cloud Broker?

Toda e qualquer mudança na cultura e nos processos de uma organização requer análises minuciosas para garantir o sucesso da estratégia. Quando se trata da computação em nuvem, isso não deve ser diferente. Em função das diversas ferramentas oferecidas pelo mercado, as chances de fazer escolhas equivocadas e que tragam arrependimentos é grande.

Nesse contexto, entra a necessidade de participação do Cloud Broker, pois ele prestará o auxílio para escolher os serviços mais adequados e personalizados conforme as metas da instituição. Por meio de estudos sobre as características do negócio, bem como dos diferentes provedores de serviços, os CSB podem trazer diversas orientações, como: formas de implantação,  modos de colocar as estratégias na prática, como administrar as informações para otimizar resultados e promover uma melhor tomada de decisão, e as maneiras de utilizar a nuvem para alcançar os objetivos empresariais mais importantes.

Outro aspecto fundamental a se considerar é em relação aos impostos e modelos de contratação de subscrição em nuvem. Assim como em qualquer tipo de serviço, a Cloud Computing também possui suas leis tributárias e recolhimentos a serem feitos pelas empresas que contratam esses serviços. Nesse sentido, os “corretores de nuvem” ficam responsáveis tanto pela declaração quanto pelo recolhimento dos tributos.

Na prática, o Cloud Broker proporciona maiores chances de tornar a sua empresa mais sólida, sustentável e competitiva independentemente do porte ou área de atuação.

 

Quais os benefícios para os negócios com a contratação do Cloud Broker?

Pelo que mostramos até aqui, você já pôde ter uma ideia das vantagens que são adquiridas com o Cloud Broker em relação à nuvem. Porém, elas não param por aí. Confira outros benefícios proporcionados para a sua empresa com a contratação dessa consultoria:

Redução de custos

Reduzir custos é uma meta de qualquer negócio. Com a contratação de um Cloud Broker, é possível encontrar soluções em nuvem mais vantajosas, analisando aquelas que apresentam melhores recursos pelos preços mais justos. Além disso, como possuem diversas contas em conjunto, o Cloud Broker consegue melhores negociações junto aos fornecedores.

Segurança jurídica

Organizações que contam com um CSB estão asseguradas em relação ao cumprimento de seus direitos durante a negociação com os provedores em nuvem. Isso porque as empresas que oferecem os serviços ficam responsáveis por toda a parte contratual que envolvem as soluções.

Facilita a migração

Migrar aplicações de uma empresa para a nuvem requer cuidados para que a transição da infraestrutura de TI tenha sucesso. Nesse caso, o CSD oferece todo o suporte, tornando a tarefa muito mais simples e facilitada.

Oferece suporte e segurança

Ao contar com um Cloud Broker em seu negócio, sua atuação vai muito além do que a simples contratação de um provedor. Isso porque um contrato de cloud gerenciada dispõe de serviços como suporte, manutenção e segurança dos dados e aplicações.

Promove foco no escopo principal do negócio

Manter o foco no core business, enquanto as atividades secundárias, mas essenciais, são realizadas de forma terceirizada é a meta de muitas empresas. Com a garantia de que a infraestrutura de nuvem ficará por conta de profissionais com expertise, as equipes de TI e os gestores têm mais tempo para criar estratégias de negócios e, consequentemente, escalar a organização cada vez mais.

Oferta de soluções diferenciadas

Um diferencial importante da atuação de um CSB é a oferta de recursos importantes à continuidade e segurança do negócio. Por exemplo, se no decorrer do tempo de contratação a organização sentir a necessidade de ter mais proteção de dados, os profissionais podem indicar serviços adicionais que cumpram com a demanda.

 

Como escolher o melhor Cloud Broker?

Apesar de ser uma ótima solução para organizações que querem manter sua operação em nuvem, é preciso ter alguns cuidados no momento de contratar uma empresa ou profissional para realização desse serviço. Algumas ações importantes são:

  • Pesquisar a reputação do prestador de serviços no mercado
  • Ficar atento às taxas de corretagem, pois variam conforme o fornecedor
  • Pedir referências e indicações
  • Analisar todas as condições contratuais
  • Comparar preços e condições
  • Verificar como é feito o suporte em caso de necessidade

Com essas condutas, a escolha de um Cloud Broker certamente será mais assertiva. Gostou do conteúdo? Quer saber como a Qualiserve pode te ajudar? Então, entre em contato conosco agora mesmo.

Gabriela Bastos
Gabriela Bastos
[email protected]

Sou apaixonada por produzir conteúdos que agregam, humanizam e conectam marcas com os seus targets. Textos, planejamentos e briefings criativos e envolventes sempre são a minha meta! Minha formação é em Jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo e possuo 5 anos de experiência profissional em agências de comunicação na área de monitoramento, planejamento e conteúdo (seja como Redatora, Social Media e CM de contas dos segmentos privado e público).

Sem comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO