×
Compartilhar Inscreva-se

Veja por que a gestão de TI é indicada para empresas que desejam alcançar 100% de eficiência operacional

Saiba-como-aumentar-sua-produtividade-com-serviços-de-TI

Para além de um único setor, a gestão de TI passou a ter mais espaço dentro das empresas. Mesmo porque, hoje em dia existe uma série de softwares para todas as áreas e demandas.

O avanço da tecnologia fez com que as soluções para as mais diversas necessidades do negócio otimizassem o tempo, a partir da automatização da rotina. Mas, oposta à melhoria, veio a dificuldade de tornar essa questão, algo aplicável aos moldes do setor.

Fazer com que a área de TI deixe de ser apenas a área de suporte técnico, para se tornar a parte da estratégia dos negócios, é um desafio, que exige muito foco.

Você ainda tem dúvidas sobre o quanto a gestão de TI pode deixar a eficiência operacional da sua empresa ainda melhor? Confira nessa matéria como isso é possível. Boa leitura!

O que é gestão de TI?

Antes de mais nada, vamos falar sobre do que se trata o termo gestão de TI.

Gestão da Tecnologia da Informação nada mais é, que a própria administração dos ativos tecnológicos de uma empresa. Ou seja, todos os recursos básicos para o tratamento, armazenamento, proteção de sistemas, de informações e outras funções.

Ainda assim, abrange a coleta, seleção, comparação e distribuição de dados. Em suma, é a melhoria da rotina, a partir de soluções tecnológicas em treinamentos administrativos, softwares e hardwares, bancos de dados e equipes.

Como é a infraestrutura da gestão de TI?

Sobre a importância de uma gestão de TI eficaz, vamos entender como a sua infraestrutura é feita.

Ao atuar em uma empresa, você tem contato direto com todo esse suporte. Nesse ponto, contudo, é crucial levar em conta todos os pontos desse sistema.

Para tanto, conheça a formação dessa estrutura, nos tópicos abaixo:

  • Hardwares: o principal item da infraestrutura. Pois, sem ele, a área de TI não é capaz de realizar suas tarefas. Trata-se, portanto, dos computadores desktop, servidores, roteadores, switches, entre outros;
  • Softwares: aplicativos de produtividade, gestão de relacionamento com o cliente (CRM) e planejamento de recursos empresariais (ERP) são os mais úteis para os negócios. Para algumas empresas, é possível obter esses sistemas prontos. De todo modo, a área de TI pode atuar na criação e melhoria desses aplicativos, para que fiquem de acordo com a demanda do negócio;
  • Internet: nos dias de hoje, se a empresa não tiver acesso à internet, ela não consegue atuar. A conectividade em rede se tornou crucial. Em especial, para o uso de e-mail, ligações por VoIP, acesso à web, acesso remoto ao servidor, entre outras tarefas. Sendo assim, o contrato de internet deve ser fechado de forma que atenda todo esse fluxo, levando em conta, ainda, que várias máquinas operam ao mesmo tempo;
  • Profissionais: para que todas essas peças se encaixem sem falhas, é crucial que haja o fator humano. Isso porque, este será o responsável pela plena ação de toda a infraestrutura. Desenvolvedores, administradores de sistemas e de rede são os profissionais que podem definir as falhas sobre os hardwares, softwares, estratégia de cibersegurança, entre outros.

Como isso pode melhorar a eficiência operacional da sua empresa?

A tecnologia é, nos dias atuais, a espinha dorsal do negócio. E isso só é possível, graças ao avanço da área de TI sobre os demais setores.

Por isso, a gestão de TI tem ação direta na eficácia e na segurança de dados das principais tarefas da empresa. Isso porque, trata-se da gestão dos itens operacionais.

Gerencia-se, então, os computadores, servidores, redes, dados, armazenamento, softwares, instalações físicas, virtuais e na nuvem. Com isso, se faz a otimização dos processos, políticas, segurança, treinamentos, as funcionalidades virtuais, móveis e os serviços em nuvem.

Então, a gestão de TI é ideal para a estratégia de melhoria contínua e metas corporativas como um todo, para:

  • Mitigar os riscos e evitar paradas;
  • Minimizar o tempo de inatividades;
  • Manter a produtividade do negócio.

A equipe de gestão de TI está sempre nos bastidores da empresa, para que tudo esteja em perfeita harmonia. Para isso, faz o monitoramento da internet, da acessibilidade de dados e da produtividade. Tudo isso em tempo real.

Planeje-sua-gestão-de-TI

Existem soluções para uma gestão mais eficiente?

Sim. A área de TI se dedica a propor soluções para a gestão administrativa, financeira, fiscal, comercial, entre outras, a fim de facilitar as tarefas.

Essas soluções, portanto, deixam as rotinas preditiva e proativa de monitoramento mais rápidas. Pois, são baseadas em fatores que elevam a eficácia, a partir da autoaprendizagem de códigos e comportamentos.

Porém, antes de optar pelo melhor sistema, realiza-se um mapeamento dos serviços, relatórios e controles usados nos processos da empresa. Só assim será possível saber quais melhorias devem ser feitas. E só então, buscar pelos fornecedores ideais.

Como avaliar as soluções?

Para que a solução traga, de fato, os benefícios esperados, é crucial analisar os seguintes fatores:

  • Gerenciamento do ciclo de vida da infraestrutura: trata-se do controle do tempo de vida de cada um dos ativos, a partir do planejamento, durante o uso, até o fim de sua vida útil;
  • Otimização de capacidade produtiva;
  • Previsão de recursos;
  • Monitoramento da infraestrutura de rede, por exemplo: roteadores, switches, VPNs, firewalls, etc;
  • Análise dos recursos, tendências e relatórios de todas as fontes de dados;
  • Alertas de ameaças, limites, gatilhos e remediação;
  • Aplicação da auto-aprendizagem, para aprimorar as funções operacionais;
  • Suporte à rede como um todo, inclusive para o virtual e para a nuvem;
  • Acesso remoto ou móvel;
  • Comunicação com a AWS (Amazon Web Services), Google e Microsoft Azure, bem como, seus devidos suportes;
  • Protocolos padrão de indústria. Por exemplo, WMI e SMTP;
  • Segurança de rede;
  • Automações;
  • Monitoramento de rede e dos sistemas usados;
  • Entre outros.

Os benefícios de aplicar a gestão de TI na sua empresa

A facilidade de operação, a clareza nas informações, nos relatórios e no uso do sistema, e a redução dos custos são os principais pilares, para ter como principais resultados:

  • Ações rápidas sobre possíveis mudanças e condições de ameaça;
  • Gestão proativa, a partir de processos flexíveis e ágeis;
  • Automatização, para a redução do trabalho, dos custos e dos possíveis incidentes;
  • Centralização das informações e relatórios atualizados, quase em tempo real;
  • Otimização dos processos e mais facilidade nas operações diárias: com isso, é possível focar na estratégia dos negócios, ampliação da empresa e, até mesmo, expansão competitiva;
  • Melhor desempenho, resultando em mais satisfação do cliente.

Agora que você já sabe como a gestão de TI pode potencializar a eficiência operacional do seu negócio, acesse os nossos conteúdos e confira mais dicas sobre o tema, para aplicar em sua empresa.

Compartilhe

Junte-se a nossa lista de leitores.

Receba em primeira mão dicas e novidades da Qualiserve!

Campo obrigatório
Email inválido

Deseja receber e-mails sobre os serviços da Qualiserve? Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

Selecione uma opção.
Ao informar seus dados, você concorda com a Política de Privacidade.

Agora estamos prontos para ajudar você!

Você receberá todos os nossos conteúdos e dicas exclusivas.


© Copyright • Qualiserve - IT Experience •
Política de privacidade • Dev by 2op